A Fundação “la Caixa” e Fundação para a Ciência e Tecnologia apoiam a investigação científica nas áreas biomédica e social

A Fundação “la Caixa” e Fundação para a Ciência e Tecnologia apoiam a investigação científica nas áreas biomédica e social e o desenvolvimento do interior de Portugal

OEI - Ciência . 18/06/2020
Tamaño del texto + -

A 17 de Junho, no Teatro Thalia, a Fundação La Caixa (FLC) e a Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT) reforçaram a cooperação para apoiar e estimular novas atividades de investigação e inovação e o posicionamento de Portugal na Ibéria, tendo por base três linhas de financiamento e valorização de projetos de investigação e inovação:

- Iniciativa Ibérica de Investigação e Inovação Biomédica – i4b:  Considera o estímulo conjunto a projetos de investigação de excelência e com impacto social no âmbito da biomedicina e da saúde;

- Iniciativa Ibérica de Investigação e Inovação Social – i4s: Tem por objetivo reforçar a participação de equipas portuguesas nos Concursos de Investigação Social promovidos pela Fundação "la Caixa" para apoiar projetos de investigação social;

 - Programa Promove - Regiões Fronteiriças:  Visa apoiar iniciativas inovadoras em domínios estratégicos para o desenvolvimento e a dinamização das regiões de fronteira e da cooperação transfronteiriça, que contribuam para o desenvolvimento sustentável destas áreas e que sejam replicáveis para outras regiões com características semelhantes.

As três iniciativas têm em comum um princípio de “matching funds”, através do qual a FCT iguala a contribuição da FLC para projetos de investigação e inovação a realizar em Portugal que venham a ser selecionados em cada concurso anual promovido no âmbito de cada uma das iniciativas.   Através destes protocolos será possível reforçar os apoios financeiros a projetos com potencial de transformação das áreas abrangidas, nomeadamente nas componentes de I&D e de atração de recursos humanos qualificados.

Na sessão foram ainda apresentados os dois projetos portugueses recentemente premiados no âmbito do programa Caixa Impulse de apoio à resposta global ao COVID-19:

  1. i) o desenvolvimento de uma vacina translacional para prevenir a COVID-19;
  2. ii) o projeto ATENA sobre o desenvolvimento de um ventilador invasivo.

Manuel Heitor, Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, referiu que “a cooperação entre a Fundação La Caixa (FLC) e a FCT é estruturante para o posicionamento de Portugal na Península Ibérica e na Europa, através do reforço conjunto de novas atividades de investigação e inovação em áreas e regiões estratégicas para o futuro de Portugal e dos portugueses”.

Artur Santos Silva, presidente honorário do BPI e curador da Fundação “la Caixa”, salientou que “estes acordos são ainda mais importantes no atual momento, em que todos – entidades públicas e privadas – são chamados a cooperar para encontrar novas soluções. Estes protocolos entre as duas Fundações vão permitir impulsionar os melhores projetos nacionais de investigação e inovação em áreas tão fundamentais como a saúde, os grandes desafios sociais e o desenvolvimento dos territórios do Interior de Portugal”. 

Helena Pereira, presidente da FCT, afirmou “a importância da colaboração entre instituições para, de um modo concertado e com financiamento convergente, aumentarem a investigação, o conhecimento e o desenvolvimento da sociedade”, e considerou que “esta união de esforços entre a Fundação ”la Caixa” e a FCT, que agora se concretiza em torno destas três linhas de financiamento, constitui um exemplo de cooperação com enorme potencial de desenvolvimento e impacto social”.   

À assinatura dos protocolos entre a FLC e a FCT seguiu-se uma Conferência e uma Ópera comemorativa dos 25 anos da criação do MCTES e dos 200 anos do Teatro Thalia.

 
 
 
 
Mais notícias
 
Inscreva-se

Subscreva a Newsletter

* indicates required

Ao inscrever-se está a autorizar a OEI Portugal ao tratamento dos seus dados relativos a: