Publicação O Estado da Ciência 2019

Já está disponível a edição de 2019 de “O Estado da Ciência”

OEI - Ciência . 08/10/2019
Tamaño del texto + -

Já está disponível a edição de 2019 da publicação El Estado de la Ciencia - Principales Indicadores de Ciencia y Tecnología - Iberoamericanos/Interamericanos (O Estado da Ciência – Principais Indicadores de Ciência e Tecnologia Ibero-americanos/Inter-americanos).

Este número é o resultado do trabalho conjunto dos países participantes na Rede de Indicadores de Ciência e Tecnologia (RICYT) – que fornecem a informação estatística incluída na publicação – e de uma comunidade de peritos acompanhada por vários organismos internacionais que apoiam a Rede.

Este ano, conta também com o apoio do Escritório Regional de Ciências para a América Latina e Caribe da Unesco, com sede em Montevideo, Uruguai. Além da análise gráfica dos principais indicadores na tradicional secção “O Estado da Ciência em Imagens”, esta edição contém uma série de estudos que analisam diversas temáticas relacionadas com ciência, tecnologia e inovação, e que podem ser abordadas a partir de uma perspetiva quantitativa.

O primeiro desses estudos analisa os resultados de um inquérito aos autores de artigos científicos latino-americanos sobre as suas atividades de ligação ao ambiente em que se inserem.

“Vías de cambio en la evaluación de la producción científica: hacia un portafolio equilibrado” (Caminhos de mudança na avaliação da produção científica: rumo a um portfolio equilibrado) debruça-se sobre um dos aspetos do extenso fenómeno englobado no termo “ciência aberta”: a avaliação. Os autores analisam por que razão é necessária e desejável uma alteração dos mecanismos de avaliação e questionam as razões que dificultam tal mudança.

Finalmente, no artigo intitulado “Cambio climático y opinión pública en América Latina”  (Mudança Climática e Opinião Pública na América Latina), é feita uma análise detalhada de um tema que é atualmente foco de debate a nível regional e mundial, aproveitando a informação comparativa disponível nos inquéritos Ibero-americanos feitos à opinião publica.

Como habitual, a publicação contém também a série de indicadores comparativos de investimento, recursos humanos, publicações e patentes da RICYT, de acordo com a informação fornecida pelos organismos nacionais que integram a rede.

Descarregar El Estado de la Ciencia 2019