Maria de Lourdes Pintassilgo e Agustina Bessa-Luís exposição Vidas que mudam Vidas

Maria de Lourdes Pintassilgo e Agustina Bessa-Luís, duas mulheres portuguesas na exposição ‘Vidas que mudam vidas’

OEI - Institucional . 10/12/2019
Tamaño del texto + -

No âmbito do centenário do nascimento de Eva Perón  e da comemoração 70º aniversário da Organização de Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI), o Instituto Nacional de Investigaciones Históricas Eva Perón/Museo Evita, a OEI e a Biblioteca Nacional Mariano Moreno organizam uma exposição na Plaza del Lector Rayuela em Buenos Aires, Argentina, intitulada Vidas que mudam vidas: mulheres notáveis na Ibero-américa.

A exposição recupera a trajetória de algumas mulheres que se destacaram na Ibero-américa em diferentes âmbitos, como a política, os direitos humanos, a educação e as artes. Ao lado de nomes como Eva Perón, Gabriela Mistral e Violeta Parra estão também presentes duas representantes portuguesas: Maria de Lourdes Pintassilgo e Agustina Bessa-Luís.

Todas as mulheres retratadas na exposição são mulheres cujos percursos conseguiram transcender o plano individual para modificar e melhorar a vida de outros e outras. Na Plaza del Lector Rayuela, em Buenos Aires, estão expostos quinze painéis que são complementados por um sítio web com informações adicionais sobre a exposição.

“O contributo das mulheres para a construção das artes, do pensamento e da política é essencial, e por isso o seu olhar é indispensável para entender a história”, afirmou Elsa Barder. Cristina Alvarez Rodríguez sublinhou que a exposição “mostra mulheres cujas vidas salvaram vidas e que nos salvam ainda hoje”.

“Para nós, é gratificante inaugurar esta exposição no âmbito dos 70 anos da OEI, uma mostra que representa, através destes painéis, milhões de mulheres que mudaram vidas, que mudam vidas e continuarão a mudá-las”, disse o Diretor adjunto da OEI Argentina, Luis Scasso.

A exposição Vidas que mudam vidas: mulheres notáveis na Ibero-américa pode ser visitada gratuitamente até 31 de março, de segunda a sexta das 9h às 21h, sábados e domingos das 12h às 19h na Plaza del Lector Rayuela – Agüero 2502, CABA, Argentina. A exposição seguirá depois para outros países do espaço ibero-americano.

A Fundação Cuidar o Futuro, enquanto veículo de salvaguarda e divulgação do legado intelectual de Maria de Lourdes Pintasilgo, apoiou o Escritório da OEI em Portugal na escolha de informação de enquadramento.

 
 
 
 
Mais notícias
 
Inscreva-se

Subscreva a Newsletter

* indicates required

Ao inscrever-se está a autorizar a OEI Portugal ao tratamento dos seus dados relativos a: