cialinguas2019

OEI acolhe a primeira reunião de trabalho da Conferência Internacional das Línguas Portuguesa e Espanhola (CILPE2019)

OEI - Educação . 13/03/2019
Tamaño del texto + -

A primeira reunião da Comissão Organizadora da Conferência Internacional das Línguas Portuguesa e Espanhola (CILPE2019), realizou-se ontem na Fundação Calouste Gulbenkian, contando com a participação dos Governos de Portugal, Brasil, Espanha e México, do Instituto CamõesInstituto Cervantes, da SEGIBCPLPIILP, e da Fundação Calouste Gulbenkian. Esta Conferência é uma iniciativa da OEI que decorrerá em Lisboa nos dias 21 e 22 de novembro.

Durante a 1ª reunião preparatória  foram debatidas as principais linhas de trabalho e os objetivos da CILPE2019, entre as quais constaram:

  • Espanhol e Português: geografias, demografias, diásporas, organizações internacionais e agências de cooperação internacional.
  • Plurilinguismo, pluricentrismo e diálogos interculturais: línguas em contato, contextos de uso das línguas bilingues e interculturais.
  • Políticas de Língua para a Internacionalização: mobilidade académica, ciência plurilingue, modalidades de ensino, formação de professores, certificação internacional, intercompreensão linguística.
  • Línguas e Sociedade: tecnologias das línguas, internet e redes sociais, comunicação social.
  • Valor Económico das Línguas: potencial de internacionalização económica; indústrias culturais e criativas.
  • Línguas, Artes e Culturas: literatura, música, cinema, teatro e outras. 

Pelos temas abordados, pelas geografias envolvidas e pelo diálogo entre culturas e construção que representa, a CILPE2019 insere-se no Programa Comemorativo do V Centenário da Circum-Navegação.

O Programa-Orçamento 2019-2020 da OEI, aprovado pelos Ministros da Educação ibero-americanos (La Antigua, Guatemala, 27 de setembro de 2018),  inclui pela primeira vez, como um dos seus eixos prioritários, o Programa Ibero-americano de Difusão da Lingua Portuguesa (PIDLP), que tem como objetivo geral promover o uso da língua portuguesa junto com o espanhol na região ibero-americana e, como objetivo específico, alargar os espaços de cooperação no campo da educação, da cultura, da ciência, da tecnologia, desde logo com a CPLP e as suas instituições.

No espaço ibero-americano, convergem estas duas línguas de origem comum, espanhol e português, que no seu conjunto representam mais de 800 milhões de falantes em cinco continentes, particularmente na Ibero-América, África e Europa.

Participe no debate no nosso Twitter e Instagram através da hashtag  #CILPE2019

 

imagem