ddd

OEI e SM convocam o III Prémio Ibero-americano de Educação em Direitos Humanos

OEI - Educação . 31/01/2019
Tamaño del texto + -

A Organização de Estados Ibero-Americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI) e a Fundación SM convocam a terceira edição do Prémio de Direitos Humanos Óscar Arnulfo Romero. O prémio reconhece o trabalho de centros educativos e ONGs com programas que promovem o direito à educação, à convivência na escola, à paz, às liberdades, à inclusão e aos direitos humanos

As candidaturas podem ser apresentadas até 15 de maio numa das seguintes categorias: Categoría A - Centros escolares (educação formal) ou Categoría B - Organizações da sociedade civil (ONG) e de educação informal.  Um júri selecionará duas experiências vencedoras em cada categoria do país participante, anunciando a sua decisão a 5 de junho.

As regras da convocatória poderão ser consultadas aqui.

Portugal é um dos 20 países da Ibero-América onde é possível participar, para além de Argentina, Bolivia, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, El Salvador, Espanha, Guatemala, Honduras, México, Nicaragua, Panamá, Paraguai, Perú, Porto Rico, República Dominicana e Uruguai.

Este processo é promovido em parceria com a área governativa da Educação, sendo em Portugal enquadrado na dinâmica criada pela Estratégia Nacional de Educação para a Cidadania e pelas Comemorações dos 70 Anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos.

Numa segunda fase, um júri internacional elegerá em setembro dois vencedores a nível ibero-americano em ambas as categorias. Os premiados receberão 5.000 dólares para investir nas iniciativas vencedoras. Estes prémios serão entregues no último trimestre do ano num país ainda por determinar.

A 2ª Edição contou com a participação de 5 concorrentes de Portugal. Na Categoria A foram apresentados projetos pelo Agrupamento de Escolas de Montemor-o-Novo. Campanha de Solidariedade com as crianças com SIDA/HIV, de Tete (Moçambique); pelo Agrupamento de Escolas Garduna e Xisto. “Experiência Educacional do Clube de Voluntários Proximus” e pelo Agrupamento de Escolas Alexandre Herculano (Porto). “Sign Up! Movimento para a Educação e Cultura Inclusivas”.

Na Categoria B – ONG/Sociedade Civil foi apresentado o projeto "Stop Bullying" pela Amnistia Internacional Portugal.

Na fase internacional, dois centros escolares da Bolívia e da Colômbia e um projeto de ecotecnologia e adolescentes do Perú e O Museu da Imagem e da Palavra de El Salvador foram premiados entre os mais de 300 projetos de 19 países ibero-americanos candidatos.

Óscar Arnulfo Romero, Monseño Romero, foi um sacerdote de El Salvador, o quarto arcebispo da metrópole e foi um firme defensor dos direitos humanos. Foi assasinado no dia 24 de março de 1980 durante uma missa, um marco que para muitos desencadeou a guerra civil no país que durou 12 anos e deixou para trás cerca de 100.000 mortos. Em 14 de outubro, o Papa Francisco canonizou-o, fazendo dele o primeiro santo de El Salvador. A sua figura dá o nome a este prémio.