Estratégia Nacional de Educação para a Cidadania

Portugal apresenta a Estratégia Nacional de Educação para a Cidadania em encontro na Colômbia

OEI . 22/01/2018
Tamaño del texto + -

Realiza-se em Villa de Leyva, na Colômbia, de 23 a 26 de janeiro de 2018, o II Encontro Ibero-americano no âmbito da Educação para a Cidadania. Portugal será representado por Luísa Ucha, do Ministério da Educação, que vai apresentar a Estratégia Nacional de Educação para a Cidadania (ENEC). 

Trata-se de um documento de referência a ser implementado, no ano letivo de 2017/2018, nas escolas públicas e privadas que integram o Projeto de Autonomia e Flexibilidade Curricular, em convergência com o Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória e com as Aprendizagens Essenciais.

A Estratégia Nacional de Educação para a Cidadania tem como grande objetivo a construção sólida da formação humanística dos alunos, para que assumam a sua cidadania garantindo o respeito pelos valores democráticos básicos e pelos direitos humanos, tanto a nível individual como social, sendo a educação uma ferramenta vital.

 Na componente do currículo de Cidadania e Desenvolvimento (CD), os professores têm como missão preparar os alunos para a vida, para serem cidadãos democráticos, participativos e humanistas, numa época de diversidade social e cultural crescente, no sentido de promover a tolerância e a não discriminação, bem como de suprimir os radicalismos violentos.

 A presença da cidadania na educação visa assegurar «um conjunto de direitos e deveres que devem ser veiculados na formação das crianças e jovens portugueses de modo que no futuro sejam adultos e adultas com uma conduta cívica que privilegie a igualdade nas relações interpessoais, a integração da diferença, o respeito pelos Direitos Humanos e a valorização de valores e conceitos de cidadania nacional»