dsfsdf

Sua Majestade o Rei de Espanha recebe o Conselho Diretivo da OEI

OEI - Educação . 11/01/2019
Tamaño del texto + -

O Rei de Espanha recebeu esta manhã no Palácio da Zarzuela o Conselho Diretivo da OEI. Trata-se da primeira audiência que Sua Majestade concede à nova equipa diretiva do organismo desde que o atual Secretário-Geral, Mariano Jabonero, tomou posse no dia 1 de Julho de 2018, após conseguir o apoio unânime dos 23 países membros da OEI.

Consciente do “compromisso, dedicação e paixão” de Dom Felipe pela Ibero-América, Mariano Jabonero convidou as Suas Majestades os Reis de Espanha para as celebrações que terão lugar este ano por motivo dos 70 anos da OEI.

No decorrer da sua intervenção perante o Rei, o Secretário-Geral da OEI enfatizou o percurso, compromisso e forte enraízamento da OEI, a primeira organização multilateral de cooperação governamental da Ibero-América e também a que conta com maior presença e atividade na região.

cvccv

Crédito: ©Casa de S.M. el Rey

Nas palavras do Secretário-Geral, “a educação, a cultura e a ciência são os elementos que com maior força e sustentabilidade estruturam e unem a comunidade ibero-americana. Para a OEI, estes objetivos comuns são a nossa razão de ser, porque as políticas públicas e os programas regionais que temos impulsionado, juntamente com os governos e outras entidades da região, têm tornado possível que milhões de ibero-americanos, os mais humildes, tenham acesso à educação e à cultura, que centenas de milhares de docentes tenham melhorado as suas competências profissionais e que a mobilidade académica entre estudantes e professores universitários da nossa região deixe de ser uma utopia”.

Nesse sentido, o Secretário-Geral da OEI expôs as principais linhas de ação do organismo para os próximos dois anos, aprovadas pelos ministros e ministras da Educação dos 23 países membros.

Na Educação destaca o apoio à atenção na primeira infância, o desenvolvimento de competências para o Século XXI – cuja inauguração foi feita em Portugal – a promoção do ensino do português e do espanhol, a aposta por um ensino superior de qualidade ou uma melhor formação técnico-profissional no âmbito educativo. Também se fomentariam a produção, distribuição e proteção de bens culturais em sistemas digitais e a projecção internacional da cultura, uma área que contribui para a economia e o emprego especialmente em uma região com uma grande riqueza e diversidade como a Ibero-América. Além disso, será feita a promoção da ciência e o apoio ao I+D+i da Ibero-América.

Juntamente com o Secretário-Geral da OEI participaram na audiência o Secretário-Geral adjunto, Andrés Delich, a Diretora Geral de Administração e Contabilidade, Natalia Armijos; a Diretora-Geral de Cultura, Luz Amparo Medina; o Chefe de Gabinete do Secretário-Geral, Martín Lorenzo.

Pode consultar as declarações aqui, na Audiência Abierta da RTVE, a partir do minuto 25'37''.

333

 

 Crédito: ©Casa de S.M. el Rey