Clarinete

1º Concurso Ibero-Americano do Clarinete conta com patrocínio da OEI

OEI - Cultura . 16/04/2019
Tamaño del texto + -

No âmbito da 9º Edição da Academia Ibero-Americana do Clarinete ,  promovida pela Academia de Música de Castelo de Paiva, foi lançada a primeira edição do Concurso Ibero-Americano de Clarinete, em que participaram jovens músicos de países do espaço ibero-americano. Além de Portugal, concorreram clarinetistas do Brasil, Espanha, Perú e Venezuela.

O Júri, presidido pelo reconhecido clarinetista português António Saiote, foi composto por Carlos Alves e Victor Pereira (Portugal), Javier Llopis (Espanha), Jeróme Comte (França), John Cippola (USA), Luis Vargas (Perú), Valdemar Rodriguez (Venezuela) e Yamileth Perez (Costa Rica).

Participaram no evento o Presidente da Câmara Municipal de Castelo de Paiva, Gonçalo Rocha, o Presidente honorário do BPI e curador da Fundação La Caixa, Artur Santos Silva, e a diretora em Portugal da Organização de Estados Ibero-Americanos para a Educação, Cultura e Ciência (OEI), Ana Paula Laborinho.

Reconhecendo o trabalho desenvolvido por esta escola frequentada por mais de 500 alunos, a OEI subscreveu convénio com a Academia de Música de Castelo de Paiva, representada pelo seu Diretor Pedagógico, Agostinho Vieira, tendo atribuído um dos prémios do Concurso Ibero-americano de Clarinete.

A Academia Ibero-Americana do Clarinete constitui um projeto de referência da Academia de Música de Castelo de Paiva, nascida de sinergias entre alunos e professores do espaço ibero-americano, promovendo partilhas de experiências e gerando contributos no desenvolvimento de projetos pedagógicos artísticos e técnicos.

As temáticas da educação artística, da Cultura e da Cidadania como motores de transformação social representam eixos fundamentais da ação estratégica da OEI, conforme estabelecido na XIX Conferência de Ministros Ibero-Americanos da Cultura.